Procura pela vacina contra a dengue ainda é baixa em Petrópolis

  • 07/07/2024
(Foto: Reprodução)
Podem se vacinar crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. Apesar da liberação da vacina contra a dengue para crianças e adolescentes desde o dia 20 de junho, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, a adesão tem sido abaixo do esperado. Até a manhã desta quinta-feira (4), apenas 295 doses do imunizante tinham sido aplicadas, de um total de mais de 3,8 mil recebidas pelo município. Vacina contra a dengue está disponível para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, mas procura ainda é baixa. Divulgação - Prefeitura de Petrópolis O público alvo são crianças e adolescentes de 10 a 14 anos e na cidade a vacina está sendo ofertada pela Prefeitura em três salas de vacinação: Centro de Saúde Coletiva, no centro da cidade e nas UBSs de Itaipava e Pedro do Rio. O secretário de Saúde, Ricardo Patuléa, enfatizou a importância da vacinação preventiva. "O Ministério da Saúde observou um aumento nos casos graves de dengue entre crianças e adolescentes. A vacinação é uma medida eficaz para evitar hospitalizações e complicações decorrentes da doença", afirmou. Pediatra e infectologista destacam a gravidade da doença e a importância da vacinação A dengue é uma arbovirose que pode ser causada por quatro sorotipos diferentes, e seus sintomas incluem mialgia intensa, febre, diarreia e vômito. “É uma enfermidade severa, que incluem ainda dores musculares intensas, podendo evoluir para formas graves com risco de queda significativa das plaquetas e até choque”, explica, o pediatra Roberto Audyr, diretor médico do Centro de Saúde Coletiva e diretor técnico da Clínica de Imunização Vaccini. Ele acrescenta que a situação epidemiológica da dengue, no país, é alarmante. Em 2024, até abril, o Brasil já havia registrado 4,3 milhões de casos da doença e 2.197 óbitos confirmados. Para combater a doença, Audyr enfatiza a importância da vacinação. "A vacina Qdenga, disponibilizada pelo Ministério da Saúde para a faixa etária de 10 a 14 anos, é segura e eficaz. "A vacina Qdenga é segura, com vírus vivo atenuado, e protege contra os quatro sorotipos da dengue. Ela apresenta uma eficácia superior a 80% contra as formas graves da doença, com mínimos efeitos adversos. A aplicação ocorre em duas doses, com intervalo de três meses, seguindo rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde", afirmou. De acordo com o médico infectologista Marco Liserre, a escolha dessa faixa etária para priorização da vacinação se deve aos dados epidemiológicos. "Crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos têm mostrado maior propensão a desenvolver quadros graves de dengue. A vacina Qdenga é segura e recomendada mesmo para aqueles que nunca tiveram contato com o vírus", explicou Liserre. A vacina Qdenga requer duas doses, administradas com um intervalo de três meses. Liserre também destacou que mesmo quem já teve dengue deve completar o esquema vacinal. "É importante que todos se conscientizem sobre a importância da vacinação para proteger os jovens", concluiu o infectologista. Confira horário de funcionamento das salas de vacinação: Centro de Saúde Coletiva 8h às 16h30 - terça, quinta e sexta 8h às 19h30 - segunda e quarta UBS Itaipava 8h30 às 16h30 - segunda, quarta e sexta 8h30 às 19h terça e quinta UBS Pedro do Rio 8h às 16h - segunda a sexta

FONTE: https://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/noticia/2024/07/07/procura-pela-vacina-contra-dengue-ainda-e-baixa-em-petropolis.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 10

top1
1. Em Meu Coração

André e Felipe, Pr. Lucas

top2
2. Algo Novo

Kemuel, Lukas Agustinho

top3
3. Aquieta Minh'alma

Ministério Zoe

top4
4. A Casa É Sua

Casa Worship

top5
5. Ninguém explica Deus

Preto No Branco

top6
6. Deus de Promessas

Davi Sacer

top7
7. Caminho no Deserto

Soraya Moraes

top8
8.

Midian Lima

top9
9. Lugar Secreto

Gabriela Rocha

top10
10. A Vitória Chegou

Aurelina Dourado


Anunciantes